Home » Codigos De Falha OBD2 » C2202 – Código de falha OBD2

C2202 – Código de falha OBD2

Divulgue para seus amigos e seguidores!

C2202 Falhas de código por marcas comerciais

C2202 DODGE, JEEP, CHRYSLER, RAM: VIN ORIGINAL NÃO COMBINA/ERRA

C2202 DODGE, JEEP, CHRYSLER, RAM: INCOMPATIBILIDADE/FALTA DE VIN ORIGINAL

Descrição do código de falha C2202

O VIN (Número de Identificação do Veículo) é um código único composto por 17 dígitos pelos quais o carro é identificado. Ele está estampado em uma placa no quadro do carro, e também é encontrado no Módulo de freio antitravamento (ABS). Com o uso do VIN É possível acompanhar o histórico do veículo, como registros de imóveis, reparos, acidentes, entre outros dados. Além disso, é útil na hora de identificar o veículo em caso de roubo.

Quando o código de falha C2202 OBDII, é porque o VIN armazenados no Módulo de freio antitravamento não corresponde à leitura do VIN do Ônibus CAN.

Sintomas do código de falha C2202

Causas do código OBD2 C2202

As razões para a configuração do código de diagnóstico C2202 OBD2 are:

  • Talvez o Módulo de freio antitravamento instalado é um veículo diferente.
  • O Número de identificação do veículo (VIN) programado pode não estar correto.

Possíveis soluções do código de falha C2202

As etapas para corrigir o Código de falha C2202 OBDII are:

  • Veja o TSB.
  • Por um scanner ele observa o VIN armazenados no Módulo ABS, e compare-o com o VIN do veículo. Se eles forem encontrados incompatíveis, a reprogramação do módulo é necessária.
  • Verifique se não há deficiências na fiação do Módulo ABS ou o Ônibus CAN, e que a tensão da bateria é adequada. Correto conforme aplicável.

Divulgue para seus amigos e seguidores!

Sobre Antonio Figo

Antonio Figo é um renomado mecânico com décadas de experiência especializada em diagnóstico automotivo através do sistema OBD2 (On-Board Diagnostics 2). Sua paixão por veículos e sua busca incessante pelo conhecimento o transformaram em um dos principais especialistas em solução de problemas relacionados ao OBD2 na indústria automotiva.

Deixe um comentário